Blog

  • Início
  • /
  • O QUE É BUROCRACIA E COMO RESOLVÊ-LA ?
04 de janeiro de 2022

O QUE É BUROCRACIA E COMO RESOLVÊ-LA ?

Burocracias, filas e uma série de documentos desnecessários. Essas são algumas das inúmeras dificuldades impostas ao cidadão brasileiro no dia a dia.  

De acordo com o IBOPE,sete em cada 10 pessoas acreditam que esses excessos fazem o Governo gastar mais do que precisa, além de fortalecerem a corrupção e prejudicarem o crescimento econômico para o país. 

A pandemia agravou ainda mais a necessidade de combater esse problema e de se iniciar uma verdadeira transformação digital no Brasil.  

Com a dificuldade de acesso aos serviços públicos, a população pôde sentir de forma mais acentuada a importância de um governo digital.  

 

Como transformar o Brasil em um país menos burocrático?  

No início de 2021, o país deu um salto importante rumo a esse objetivo. O Congresso Nacional aprovou o Projeto de Lei de Governo Digital, de relatoria do deputado federal Felipe Rigoni.  

A cada R$ 1 investido nos processos de digitalização, a economia do poder público é de R$ 37. Ou seja, quando todo o governo federal tiver sido digitalizado, em cinco anos, a previsão é de que serão economizados R$ 38 bilhões por ano. 

 

ENTENDA O QUE É GOVTECH EM 6 PONTOS: 

 

1) Menos burocracia:  

Com a implantação de assinaturas eletrônicas para documentos e processos, será possível realizar pela internet atividades hoje exclusivas dos cartórios. Menos filas, atendimento ágil e descomplicado para cidadãos e empreendedores.

Seguindo exemplo de países como a Índia, o Brasil abre caminho para a criação da identidade digital única no País. No lugar de documentos físicos, cada cidadão terá apenas um número, verificável pela internet, para ser atendido em qualquer serviço público.

3) Integração de dados:  

Sabe quando precisa repetir seus dados e narrar todo o histórico a cada visita a um órgão público diferente? Isso acaba com a criação de uma Base Nacional de Serviços. Será possível tornar acessíveis informações sobre saúde, educação e emprego em um só lugar.

4) Atendimento à distância:   

Se todos os dados estão na rede e você pode provar sua identidade com certificados digitais, a prestação de serviços pode ser feita pela internet. Até mesmo a telemedicina, devidamente regulamentada e limitada a triagens, seria viável.

5) Transparência e qualidade:    

A lei estipula a criação de ouvidorias e canais de avaliação dos serviços públicos. Com indicadores comparáveis, fica mais fácil identificar os bons exemplos e as unidades que precisam melhorar seu desempenho no atendimento ao cidadão.

6) Políticas públicas:    

Todos os dias, uma montanha de dados é gerada pelo serviço público, mas não há compartilhamento das informações. Com a chamada" interoperabilidade", será possível analisar as necessidades da população e fazer gestão pública baseada em evidências científicas.

 

A DIGITALIZAÇÃO JÁ COMEÇOU, MAS PODE SER AINDA MELHOR

Embora de forma tímida, o processo de digitalização no Brasil já começou. Alguns estados estão mais avançados em relação aos outros. Desde outubro de 2021, municípios já começaram a implementar os serviços. No entanto, é importante um esforço maior para intensificar o processo e fazer com que a população tenha acesso, 24 horas, na palma da mão, à serviços essenciais.