Voltar ao site

Rigoni pede ao Ministério da Economia renegociação de dívidas rurais no Espírito Santo

Parlamentar encaminhou documento ao Ministério da Economia sobre a gravidade do problema

O deputado federal Felipe Rigoni encaminhou indicação ao ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a gravidade da dívida rural entre os produtores capixabas. O documento sugere a renegociação dos débitos com os produtores afetados pelas secas no norte capixaba e a oferta de novas linhas de crédito para a região.

“O Espírito Santo teve três anos seguidos de impacto nas lavouras por causa da seca entre 2015 e 2017. Os prejuízos criam um ciclo de pobreza muito difícil de ser quebrado: se você produz menos que o esperado, acaba acumulando dívidas e, consequentemente, tem mais dificuldade para acessar novas linhas de crédito e voltar a produzir”, explica Rigoni.

O documento encaminhado ao Ministério da Economia pontua também a desvalorização das culturas tradicionais do Espírito Santo. Entre janeiro de 2017 e fevereiro de 2021, a saca de soja, muito cultivada no Centro-Oeste, teve valorização de 130%. No mesmo período, o preço do café arábica, que responde por 30% das plantações capixabas, cresceu apenas 31,81%.

“O preço da saca de café cresceu menos que a inflação acumulada no período (46,86%). Isso mostra uma perda de lucratividade do negócio que, mesmo sem as quebras de lavouras, já implicaria em prejuízo para o setor. É preciso considerar o contexto local na construção das linhas de crédito para os produtores capixabas”, enfatiza o deputado.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK