Voltar ao site

 

VEZ E VOZ PARA POPULAÇÃO CAPIXABA: FELIPE RIGONI ABRE EDITAL DE EMENDAS PARA DESTINAR R$ 12 MILHÕES

 

A iniciativa permite que a população capixaba inscreva projetos e decida o futuro de cada recurso

As inscrições para o Edital de Emendas Parlamentares já estão abertas e ficam até o dia 11 de abril. O processo chega em seu quarto ano de realização. Ao todo, R$ 12 milhões serão disponibilizados para projetos inscritos e escolhidos pela própria população. A proposta desse ano chega com uma série de novidades.

“O Edital é uma marca do mandato. O recurso é público, então nada mais justo do que deixar a população decidir onde deve ser aplicado. Já conseguimos ajudar propostas incríveis e que vão beneficiar milhões de capixabas. Neste ano, inovamos para atender o pedido de diversas pessoas, ”.

As novidades

Uma das grandes diferenças do Edital deste ano é a forma de votação. Agora, o processo vai ser realizado por um site totalmente exclusivo e não mais via aplicativo. Outra novidade está na presença de outras categorias, como turismo e esporte. A equipe do deputado também tem rodado o Espírito Santo aplicando um treinamento sobre como escrever um bom projeto. Mais de 100 pessoas já foram contempladas. Os treinamentos continuam e são divulgados pelas redes sociais do parlamentar. 

O Edital

O edital é composto por quatro etapas: inscrição em conformidade com os critérios de elegibilidade estabelecidos; avaliação técnica do gabinete, que avaliam impacto e qualidade do projeto enviado; análise do Conselho Técnico, formado por especialistas com experiência acadêmica em cada área; e votação popular por meio do site.

Quem pode participar? 

Podem se cadastrar organismos da administração pública direta e indireta que atuem em qualquer município capixaba, independente de sua esfera (municipal, estadual ou federal), tais como secretarias, prefeituras, fundações públicas, instituições do terceiro setor e instituições federais de ensino.

Quais áreas podem inscrever projetos?

Ao todo, 15 áreas temáticas estão previstas no Edital, são elas: transporte; saúde; educação e cultura;. integração nacional; agricultura, pesca e desenvolvimento agrário; desenvolvimento urbano; turismo; ciência e tecnologia e comunicações; minas e energia; esporte; meio ambiente;. fazenda e planejamento; indústria, comércio e micro e pequenas empresas; trabalho, previdência e assistência social; defesa e justiça.

Para o deputado federal Felipe Rigoni, a experiência com os três primeiros editais aproximou a população do mandato. “O Espírito Santo está repleto de boas iniciativas, mas são 78 municípios, nem todos conseguem visitar o gabinete para mostrar seus resultados, ainda mais no contexto atual de pandemia. Nosso edital deu voz a essas pessoas, porque recebeu inscrições de todas as microrregiões e permitiu que cidades pequenas acessassem recursos importantes para a melhoria dos serviços prestados à população”, destaca o deputado.

 

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK